Larissa Maluf

Ser vegano é caro?

 

A frase acima na maioria das vezes chega na forma de uma afirmação. É um dos primeiros argumentos defendidos por aqueles que não são veganos e que talvez nunca tenham pesquisado a fundo para saber as reais possibilidades dentro do veganismo.

Fato é que sim, o veganismo pode ser caro e sim, ele também pode ser mais acessível do que a alimentação “padrão” da maior parte da população que consome carne, leite, ovos e outros derivados de origem animal.

Não é preciso pesquisar muito para perceber que o preço do quilo da maioria das frutas e dos vegetais, é muito menor do que o quilo da carne. No último mês inclusive publiquei no meu Instagram, a propaganda de um supermercado onde com o valor de 1kg de carne bovina, era possível comprar 5kg de arroz e mais 3kg de feijão, totalizando 8kg de alimento contra apenas um. Mas e as proteínas, você deve estar pensando. Ao inserir o arroz e o feijão na sua alimentação (ou outra combinação de feijões e cereais) você consegue proteína de boa qualidade com uma cadeia de aminoácidos completa. Não tem segredo.

É claro que, ao partir para os industrializados, a alimentação pode mesmo exceder qualquer orçamento e, isso se deve ao fato da demanda por produtos vegetarianos ainda ser infinitamente menor do que a demanda por produtos de origem animal, produzidos em larga escala por grandes empresas. Fica mesmo difícil competir com pequenos e médios produtores.

A boa notícia é que o veganismo está em constante crescimento. Para se ter uma ideia, somente nos Estados Unidos ele cresceu 600% nos últimos 3 anos. No Brasil, somos cerca de 5 milhões e temos um mercado que cresce aproximadamente 40% ao ano. E essa é uma realidade que não vai diminuir, pelo contrário, a tendência é aumentar e com esse aumento de demanda, os produtos industrializados vegetarianos serão cada vez mais populares e acessíveis.

Mas enquanto isso não acontece podemos continuar considerando sim o veganismo como acessível. Basta nos voltarmos à alimentação mais simples e natural, repleta de legumes e frutas, compradas nos hortifrutis que encontramos em qualquer cidade do país, por menor que esta seja.

Não existe nenhuma necessidade de continuarmos explorando os animais. O que eles necessitam de nós é de menos desculpas e mais compaixão.

Larissa Maluf
instagram.com/diário_vegano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *