Fernanda Paiva Tavares

Saúde Dental e Dieta Vegetariana Estrita

Odontologia é a ciência que estuda e trata as doenças relacionadas ao aparelho estomatognático, constituído pela face, cavidade bucal e pescoço.

Certamente, todos já leram ou ouviram falar a frase “A saúde começa pela boca”, o que é bem verdade. Manter dentes, gengiva e língua saudáveis é muito importante não só para aparência, mas para a saúde como um todo. E tudo isso tem a ver com o que comemos, não é mesmo?

Pessoas que optam por uma dieta vegetariana estrita podem ter dentes e gengivas sadias, desde que também mantenham os cuidados essenciais da higiene bucal. Muitas substâncias presentes em diversos vegetais contribuem  muito para a saúde dos nossos dentes, permitindo que estejam sempre fortes, lindos e saudáveis. Quando você percebe que seu sorriso está com uma aparência natural, tenha certeza de que, além da escovação e cuidados diários, a sua alimentação também está sendo responsável por toda essa beleza!

Hoje vou falar do cálcio, uma das substâncias importantes para a saúde dos dentes e o mineral mais abundante no corpo humano. O consumo adequado e suficiente de cálcio na dieta é essencial para a formação correta dos dentes e para a manutenção da composição mineral deles durante toda a vida, protegendo, assim, contra o desenvolvimento das cáries dentárias. Isso porque a estrutura mais externa do dente, o esmalte dentário, que é também a substância mais dura do corpo humano, é formado essencialmente por fosfato e cálcio. O esmalte dentário sofre o desgaste e a perda de mineral (desmineralização) diariamente devido à mastigação, à ingestão de alimentos ácidos e à ingestão de carboidratos. No caso destes, sem a imediata limpeza dos dentes, haverá a formação de açúcares que serão metabolizados pelas bactérias, formando os ácidos que causarão cáries. Quando a pessoa está sadia, sua saliva terá alto índice de cálcio e fosfato. Assim, a perda mineral será equilibrada e compensada pela constante reposição de minerais (remineralização) por meio da saliva. O consumo de produtos contendo flúor e cálcio podem atuar nessa reposição dos minerais perdidos no dia a dia (falarei do flúor em texto posterior!). Quando há um desequilíbrio entre os processos de desmineralização e remineralização, o esmalte perde mais mineral do que ‘‘ganha’’, podendo levar ao desenvolvimento de cáries.

Portanto, sempre consuma alimentos ricos em cálcio.

E não esqueça: existem vários vegetais que fornecem esse mineral tão importante para a manutenção da saúde dos nossos dentes.  Dentre eles estão  as hortaliças folhosas de cor verde (couve, brócolis, agrião, rúcula, espinafre, salsa, manjericão), quiabo, tofu, ameixas, laranja, tangerina, tâmaras, castanha do Pará, grão de bico, gergelim (principalmente o negro), linhaça, amêndoas, feijões e lentilhas.

Aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *