Blog Veganistas

O que são alimentos ácidos e alcalinos e como afetam a nossa saúde

Olá pessoal! Fala-se bastante em alimentação alcalina nos dias de hoje. Mas o que são alimentos ácidos e alcalinos, e como eles afetam a nossa saúde?

 Alimentos alcalinos são aqueles que, ao serem digeridos, deixam o pH do sangue mais básico. Alimentos ácidos são aqueles que causam um efeito contrário, deixando nosso organismo mais ácido. Todas as verduras, como por exemplo, o pepino, o brócolis, a beterraba, a cenoura, e as folhas verdes, são bastante alcalinas, assim como os pseudo-grãos, como a quinoa e o amaranto. Outros alimentos que complementam esta categoria são a batata doce, o gengibre e as frutas (principalmente as frutas cítricas, que apesar de serem ácidas fora do nosso corpo, se tornam alcalinas após a sua digestão). O mesmo acontece com o vinagre de maçã. Alimentos neutros são o coco, a macadamia, as nozes etc. Existem alguns que são levemente ácidos, como os feijões e o arroz integral. E há também aqueles que são muito ácidos,  como os cereais industrializados, a farinha branca, o arroz branco, os laticínios, os ovos, as carnes, os adoçantes artificias, a margarina, os refrigerantes, entre outros. O pH do nosso sangue precisa ser mantido entre 7,35 e 7,45, ou seja, levemente alcalino. Se consumirmos uma alimentação excessivamente rica em produtos de origem animal e produtos industrializados, que são bastante ácidos,  e  poucas frutas e verduras, que são bastante alcalinos,  provavelmente viveremos em um estado de leve acidez crônica. Para tentar manter a estabilidade do pH, o organismo faz uso de alguns mecanismos, como por exemplo a retirada do cálcio, do qual temos uma grande reserva, e de outros materiais alcalinos dos nossos ossos, como o carbonato, o citrato e o sódio, para neutralizar esses ácidos. Algumas das consequências disso, com o passar dos anos, são a formação de cálculos renais e a osteoporose. Além disso, esta leve acidez crônica pode levar a um aumento na produção do hormônio cortisol, o que pode resultar em estresse, fadiga, perda de massa muscular e aumento de gordura corporal. Por isso, para nos mantermos saudáveis é muito importante que a nossa alimentação, seja ela vegana ou onívora, contenha uma grande quantidade de plantas integrais, não processadas (especialmente frutas e verduras). Devemos evitar ao máximo alimentos ultra-processados (que contenham produtos como óleos vegetais refinados, açúcares refinados, farinha branca, conservantes etc)….ou seja, com muitas calorias e poucos nutrientes. Uma dica legal é sempre ler a lista de ingredientes ao comprar um produto, e quanto menor ela for, melhor. Lhes desejo com muito carinho uma excelente nutrição sempre!

instagram.com/vegan_nutri

Fontes:

  • Brenda Davis, R.D., and Vesanto Melina, M.S., R.D, with Rynn Berry. “Becoming Raw, the Essential Guide to Vegan Diets”. Book Publishing Company, 2010.
  • John McDougall, M.D. and Mary McDougall. “The Starch Solution”. Rodale, 2012.
  • Brendan Brazier. “Thrive: The Vegan Nutrition Guide to Optimal Performance in Sports and Life. Da Capo Press, 2007.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *