Ivan Di Simoni

E se os animais falassem?

O futurologista Ian Pearson previu recentemente que em 2050 será possível implantar dispositivos em nossos animais de estimação e em outros animais para que estes tenham a capacidade de falar conosco. Será que se os animais falarem, isso te fará parar de comer carne? Será que se todos os animais criados e abatidos para comida, tiverem o dom da fala, essa voz nos fará pensar duas vezes antes de comê-los?

Creio que primeiro é importante entender direito o que essa tecnologia permitiria os animais fazerem ou não. Até porque, eu não tenho tanta certeza se essa tecnologia permitiria que os animais se coordenassem a tal ponto deles serem capazes de derrubar os seus captores de forma orwelliana.

Os animais já se comunicam uns com os outros de maneira que são significativas para eles, mas eles não se comunicam de uma forma que lhes permitam coordenar intricadamente seus esforços uns com os outros. Uma estratégia dessa escala, necessitaria de esforços coordenados e habilidades adicionais, incluindo uma firme compreensão da gramática e uma rica capacidade de raciocinar sobre as mentes dos outros. E eu não creio que isso será possível.

O que esta tecnologia provavelmente fará, caso venha existir, é fornecer alguma sobreposição semântica ao repertório comunicativo atual dos animais (por exemplo, “Au, Au!”, seria interpretada como:”intruso, intruso!”).

É bem possível que esta capacidade sozinha possa ser convincente para que algumas pessoas parem de comer carne, quem sabe talvez ela sirva para “humanizar” mais as vacas e os porcos, e assim muitos passariam a ver eles como seres vivos que têm direito a uma existência sem sofrimentos.

Há alguma evidência empírica para apoiar esta ideia. Um grupo de pesquisadores liderados por Brock Bastian pediu às pessoas para escreverem uma redação curta falando sobre as muitas maneiras em que os animais são parecidos com os humanos. Outros participantes tiveram que escrever como os humanos são parecidos com os animais. Os participantes que humanizaram os animais tiveram uma visão mais positiva do que aqueles que animalizaram humanos

Então, se essa tecnologia tivesse a capacidade de nos fazer pensar em animais como seres vivos mais parecidos com a gente, ela com certeza conseguiria promover um melhor tratamento para com os animais.

E você, o que acha? Pararia de comer carne se pudesse ouvir o que pensa uma vaca?

Semana que vem a gente vai mais fundo nesse tema.

instagram.com/pecado_vegano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *